Você é feliz?

      Ahá.Você leu esse título e pensou: Ok, esse site tá pior do que eu pensei, que *&%$@ de título piegas é esse?Agora viramos livro de auto-ajuda?

      Não é bem assim…Estava espiando umas comunidades do Orkut e percebi que essa pergunta se repete.Talvez ela se repita em tudo à nossa volta: casa, livros, filmes, internet…Então, qual o problema?A resposta é simples: não sabemos responde-la.Essa deve ser uma das perguntas mais subjetivas e sem resposta que existem.Perguntas como “De onde viemos?”, “Onde estou” e “Para aonde vamos” ficam em segundo plano, afinal, a ciência e a filosofia já trataram de discutir isso.

     Quando se trata de nossa felicidade ( coletiva ou individual), não existe tópico filosófico, não existe filme, não existe cientista no mundo que responda.A própria definição da palavra está perdida no ego de cada um de nós.Como isso começou?Começou quando você era criança e estava aprendendo sem querer um pouco de simbologia.Abria um sorriso e logo soltavam “Oh,tá feliz!”.Ou quem sabe no livrinho que tinha duas faces, uma azul com a boca virada para baixo e outra amarela ao contrário.”Veja filho(a), esse é o triste, esse é o feliz!”,  diziam…

Perguntas como “De onde viemos?”, “Onde estou” e “Para aonde vamos” ficam em segundo plano, afinal, a ciência e a filosofia já trataram de discutir isso.

    Saindo um pouco desse mundo infantil, entramos na vida torta e crua como ela é.E os caminhos nunca foram como o do carinha amarelo.Pelo contrário, estamos em uma montanha-russa emocional contínua!Temos 30% de momentos tristes, 46% de momentos indiferentes e 24% dos momentos tais momentos felizes( obviamente, esse percentual foi totalmente especulado, ignorem).Mas é o fato de não compreendermos essa porcentagem que mais piora nossa vida.Nos tornamos pessoas frustradas porque esperamos que tudo seja sempre feliz.

    Ahá, é aí que a indústria se aproveita de você, ou de mim!?Pipocam os tais livros de auto-ajuda, com todas as suas frases motivantes.Espere, não se esqueça de ir para uma terapiazinha…Afinal, todo mundo vai hoje em dia, é chic.Nós criamos uma estrutura aqui, uma espécie de ciclo da depressão.Por que?Só para responder essa pergunta piegas aí de cima.

Anúncios
Etiquetado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: