Digna Igualdade.

        De acordo com a constituição brasileira todos são iguais perante a lei.Partindo dessa premissa,o sistema de cotas para negros e índios fere a constituição, e faz com que aumente o preconceito, além do mais, esses sistema inferioriza essas duas etnias em questão, a inteligência e a capacidade do indivíduo não podem ser medidas pela cor da pele, isto não é um parâmetro científico, pois se fosse,não existiriam figuras como Machado de Assis, Cruz e Sousa, José do Patrocínio entre outros grandes nomes.

   

       No passado estas etnias foram espoliadas pelos colonizadores, dos seus espaços, de suas culturas e até hoje,são colocados à margem da sociedade, ganhando menos que os brancos, trabalhando em piores condições, porém esses fatos nada têm a ver com sua capacidade, mas sim com o preconceito da sociedade frente a estas etnias,se é para trata-los com respeito, não se deve implantar um sistema de cotas, mas sim cultivar um sentimento de irmandade entre esses povos.

      Biologicamente, a única diferença entre brancos,negros e índios, além de alguns traços característicos, é a produção de melanina, que nos índios e em especial nos negros é produzida em maior quantidade, dando à pele um tom mais amarronzado e maior resistência aos raios UV, fora isso os organismos funcionam da mesma maneira e todas as etnias têm a mesma taxa de utilização do cérebro,comprovando que não se pode afirmar a superioridade de uma etnia frente a outra como Hittler pregava na Alemanha nazista.

     A solução não esta nas cotas pois essas indiretamente são discriminatórias, a raiz do problema se apresenta inicialmente quando os primeiros conceitos de cidadania são introduzidos para a criança, depois na distribuição de oportunidades, porque nem sempre os negros e índios têm os mesmo recursos que os brancos, a maneira correta de sanar o problema é investir na inclusão social de todas as etnias discriminadas e colocar em prática o conceito de igualdade étnica tão em voga na mídia,principalmente para as novas gerações para que esta,no futuro,construam uma sociedade com direitos verdadeiramente iguais à todos.

Anúncios
Etiquetado , , , , , ,

3 pensamentos sobre “Digna Igualdade.

  1. Eloi de Paula Pereira disse:

    Muito ao contrário do que havíamos erradamente suposto, o povo brasileiro não é o resultado de um caldo de cultura. Não sei se nosso cadinho furou ou se na realidade numca fomos misturado nesse falacioso caldeirãozinho para o conseqüente cosimento. Chego a duvidar se em alguma parte do mundo haja existido algum povo que tenha sido realmente fruto de um caldeamento racial. Confesso que esta distenção social já está me causando um certo mal-estar. Mostramos para o mundo o retrato de um Brasil que não está conseguindo provar sua autenticidade.

  2. Caroline disse:

    Eu discordo em parte do Eric, acho que as cotas não são o meio mais justo para consertar séculos de injustiças e desigualdade, no entanto, já garante que os alunos de escola pública(pobre) e negros(90% pobre) tenham a oportunidade de competir de igual para igual.Não acho que seja uma medida permanente, só vai criar a chance de engressar ensino superior, ou seja, mão de obra qualificada, para o país.Não irá resolver todos os problemas da educação.Eu li que pesquisas mostram que os alunos de cotas são tão bons quanto os não-cotistas, apresentando um desempenho igual.
    Eu penso que o capitalismo é uma “corrida”, porém devido ao nosso passado colonial escravista, nós distocermos as regras da “corrida” fazendo com que o acesso e oportunidade a um ensino de qualidade ficasse restrito a um pequeno grupo de pessoas.A iniciativa das cotas garantiria uma “corrida” entre aqueles que largaram com desvantagem.Depois que nós formamos de maneira IGUAL alunos cotistas e não cotistas, iremos finalmente abolir o sistema e realizar uma reforma mais ampla na educação,assim como os EUA fizeram.
    🙂

  3. Fábio disse:

    Também acho que criar o sistema de cotas é discriminar essas etnias,como se não fossem tão capazes como os brancos de ingressar numa Universidade.Mas acredito também que inúmeras pessoas foram beneficiadas com isso…sendo que provavelmente não seria a mesma coisa se não houvesse o Sistema de Cotas para elas.
    Portanto,concordo e discordo desse sistema.Mas em quanto criassem as bases de um novo projeto mais eficaz,ou enquanto essa igualdade entre cotistas e não cotistas,como disse Carol,não chegar..creio que o sistema deveria permanecer.Porém,não acho que deviam haver cotas para negros e índios..apenas para os alunos de escola pública,independente e sua cor e etnia.Afinal,em escolas públicas estudam tanto pessoas negras,como brancas,como índios…e sabemos que o Ensino público não é lá essas maravilhas.Portanto,esses alunos de escolas públicas não estariam em condições iguais dos que estudam em escola particular.Já os negros e índios,como foi dito pelo Eric,possuem a mesma capacidade de usar o cérebro como qualquer outro ser humano,portanto estariam em condições iguais com os outros estudantes.Posso até estar errado em algum ponto,mas essa é minha opinião.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: